Presidência Nacional do PMDB

Câmara dos Deputados

Ed. Principal Ala B sala 6, Praça dos Três Poderes

Brasília - DF - CEP 70160-900

pmdbnacional@gmail.com

(61) 3215-9206 / 3215-9209




X

Pequena inteligência ou grande desonestidade

Há alguns tímidos sinais de que o movimento de retração do PIB, que desde o início da sua queda no 2º trimestre de 2014 até o 1º trimestre de 2016 caiu cerca de 6%, vem perdendo velocidade. Isso sugere que talvez estejamos nos aproximando de um ponto de reversão cíclica, ainda que nada se possa afirmar com segurança. Quando isso acontec…

20 de julho de 2016 por Delfim Netto (*)

O espírito democrático da tecnocracia

O governo, como qualquer um de nós, tem que pagar pelos bens e serviços que consome ou distribui. Se suas despesas forem maiores do que suas receitas, o resultado final será um déficit que financiará vendendo bônus do Tesouro Nacional ao setor privado ou ao Banco Central. Como tem o monopólio da produção da moeda nacional pode, potencialm…

20 de julho de 2016 por Delfim Netto (*)

Sinceridade é poder

A história das nações reproduz a trajetória biográfica das pessoas. Tanto em um caso como no outro, o fim das ilusões – e, sobretudo, das autoilusões – reflete um processo, às vezes doloroso, mas sempre positivo de amadurecimento.

No Brasil de agora, o vácuo de representatividade política, a crise de credibilidade instituciona…

11 de julho de 2016 por Darcísio Perondi (*)

Mais transformações, mais segurança

O governo do Estado lançou a segunda fase do Plano Estadual de Segurança. O ideal era ter anunciado tudo isso muito antes, com medidas ainda mais abrangentes e profundas. Mas fomos ao limite do possível e do responsável. Esta diferença — entre o ideal e o possível — tem o tamanho da defasagem da estrutura do Estado. Trata-se de um debate…

11 de julho de 2016 por José Ivo Sartori (*)

O Brasil e a Fênix

Nós, brasileiros, ao longo de nossa história e de nossas crises, sempre acreditamos ser o Brasil capaz de um dia, tal qual o mito grego da Fênix, renascer das cinzas e voar para um futuro prodigioso e feliz. Era nossa mitologia.

Hoje, onde está a esperança? Nossa dívida pública, o déficit fiscal, a taxa de inflação, os juros de 14…

11 de julho de 2016 por Jones Martins (*)

Flickr Youtube Facebook Rss