Presidência Nacional do PMDB

Câmara dos Deputados

Ed. Principal Ala B sala 6, Praça dos Três Poderes

Brasília - DF - CEP 70160-900

pmdbnacional@gmail.com

(61) 3215-9206 / 3215-9209




X

Para Moreira Franco, proposta clara e candidatos diferentes levarão o PMDB à vitória nas eleições municipais

FUG/PMDB

24 de fevereiro de 2016

Brasília (DF) – O presidente da Fundação Ulysses Guimarães, Moreira Franco (RJ), esteve em Rio Branco (AC) e em Porto Velho (RO), na última sexta-feira (19), acompanhando a Caravana da Unidade que é liderada pelo presidente nacional do PMDB e vice-presidente da República, Michel Temer (SP), e tem a participação do vice-presidente da FUG, Eliseu Padilha (RS). Nas duas capitais, Moreira disse que para vencer as eleições municipais deste ano, o PMDB terá de dar nitidez às suas propostas e deixar claro quais são as diferenças entre os candidatos peemedebistas e os demais candidatos.

“A população precisa ter condições de diferenciar as candidaturas que estão se organizando em torno de uma proposta. Nós temos diferenças programáticas, somos diferentes no trato da coisa pública, temos prioridades em relação ao desenvolvimento do país, e temos diferenças ideológicas. Essas diferenças precisam ficar claras”, afirmou.

Com a crise econômica e as alterações na legislação eleitoral, Moreira acredita que haverá maior dificuldade para os candidatos conseguirem recursos para sustentar suas campanhas. “Então vamos ter que usar o verbo e isso significa dar nitidez à nossa proposta. Mas no passado já vivemos essa situação”, disse o presidente da FUG, lembrando a peregrinação feita por Ulysses Guimarães para explicar ao cidadão que era necessário resgatar o regime democrático para melhorar as condições de vida do povo brasileiro.

Segundo Moreira Franco, Ulysses Guimarães visitou várias capitais e cidades brasileiras para conversar com os militantes peemedebistas, pois sabia que sem uma participação efetiva dos militantes a luta do PMDB não seria vitoriosa como foi. “Somos o Partido que derrubou uma ditadura militar apenas com argumento político e a mobilização do povo”, disse.

O presidente da FUG afirmou que o PMDB “apresentou uma proposta para tirar o país da crise e o governo não deu atenção” ao programa Uma Ponte para o Futuro. Agora esse programa está sendo discutido com a população. “Vamos aproveitar o processo eleitoral e fazer aquilo que no passado o PMDB fez, que é trazer a nossa proposta de maneira didática para explicar ao eleitor que as dificuldades que estão sendo vividas por ele hoje decorrem de equívocos e erros de política econômica que nós queremos mudar.  E temos condições de mudar e sabemos como mudar”, afirmou.

Para Moreira Franco o processo de mudança que o PMDB propõe ao país passa pela vitória peemedebista na maioria dos municípios e nas capitais. Com um quadro favorável nos estados e municípios, o Partido poderá ter candidato à presidência da República, ganhar as eleições e mudar o Brasil. “Juntamente com Michel Temer e Eliseu Padilha, haveremos de voltar nessas cidades para comemorar, porque acreditamos que o Brasil quer mudar, vai mudar, e teremos vitórias nas eleições municipais”, preconizou o peemedebista.

Pegar as rédeas

“Nós queremos pegar as rédeas”, disse Moreira Franco ao referir-se ao plano de vitória do PMDB nas eleições. Para ele, o Partido tem condições de vencer porque tem uma proposta para tirar o Brasil da maior crise econômica da história. “A crise está tirando as conquistas que levaram 40 milhões de brasileiros ao mercado de consumo. Se até junho não houver uma alteração do quadro, esses cidadãos perderão conquistas como emprego, crédito com juros compatíveis às condições de pagar, inflação controlada”, disse.

“Alguém pode dizer que as questões de ajuste fiscal, inflação alta, dívida excessiva e taxas de juros exorbitantes não falam diretamente ao interesse do município, não dialogam diretamente com o cidadão. Mas falam, porque o desemprego é decorrência desse quadro. A carestia é consequência de decisões equivocadas”, ressaltou.

“Queremos mudar essa situação e aprendemos com o doutor Ulysses que quando o Brasil quer, o Brasil muda. E nós precisamos restabelecer esse mesmo sentimento. Precisamos fazer com que o povo entenda que para reviver a esperança de melhoria de vida, nós precisamos mudar. E a mudança terá que ser expressa nas candidaturas do PMDB em cada município”, concluiu.

0 Comentários

Deixar um comentário


6 − 3 =

Flickr Youtube Facebook Rss