Presidência Nacional do PMDB

Câmara dos Deputados

Ed. Principal Ala B sala 6, Praça dos Três Poderes

Brasília - DF - CEP 70160-900

pmdbnacional@gmail.com

(61) 3215-9206 / 3215-9209




X

PMDB e PT ratificam acordo para rodízio na Presidência da Câmara dos Deputados

ACS/Liderança do PMDB na Câmara

9 de agosto de 2012

Foto por: Divulgação

Brasília (DF) – O líder do PMDB na Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (RN), participou nesta quarta-feira, 08/08, do ato em que o PMDB e PT ratificaram acordo, firmado em novembro de 2010, para que os dois maiores partidos da Câmara dos Deputados se revezassem na presidência da casa até 2015. O acordo levou à presidência da Câmara dos Deputados o petista Marco Maia (PT-RS) no biênio 2011-2012. Para a próxima legislatura, em fevereiro de 2013, os dois partidos reafirmaram o compromisso de apoiar um candidato peemedebista para conduzir a casa. Estavam na reunião o vice-presidente da República, Michel Temer, os presidentes do PMDB, Valdir Raupp (RO), do PT, Rui Falcão, os líderes Jilmar Tatto (PT) e Henrique Alves (PMDB), além de outras lideranças.

O presidente do PMDB, Valdir Raupp foi o primeiro a falar e destacou que já existe unanimidade do partido em torno do nome de Henrique Alves como candidato. A bancada do PMDB vai se reunir após as eleições municipais de outubro para homologar a candidatura.

O presidente do PT, Rui Falcão,contou que fez questão de comparecer à presidência do PMDB e, ao lado do presidente do partido, senador Valdir Raupp (RO) reforçou: " entendemos que era importante reafirmar esse compromisso. O PT é um partido que tem palavra. Acho que é um fato importante acabar com qualquer especulação. Espero que essa aliança fique mais firme e mais forte. Essa parceria entre o PT e o PMDB faz o Brasil avançar".

O líder do PT na Câmara, Jilmar Tatto (SP), ressaltou as qualidades de liderança,interlocução e negociação do colega peemedebista. “Estamos satisfeitos de termos Henrique Eduardo Alves como candidato à presidência da Câmara. É uma pessoa de fácil acesso que vai substituir muito bem o presidente Marco Maia”, concluiu Jilmar .

O vice-presidente da República, Michel Temer, signatário do acordo quando presidia o PMDB e José Eduardo Dutra, o PT, ressaltou a simbologia do ato como sinônimo da integração entre o PMDB e o PT no governo. “Quando você tem um acordo, você cumpre. Como havia uma ou outra palavra que ensejava dúvida, o próprio Rui Falcão propôs colocar um ponto final e ratificar publicamente o combinado. É um momento de nova declaração da integração do PT e do PMDB, num projeto que deu certo e está dando certo”, afirmou o vice-presidente.

Temer, que comandou a casa por três legislaturas, reafirmou o nome do líder do PMDB. “O Henrique é o nosso candidato à presidência da Câmara, não tem como esconder esse fato".

O líder do PMDB, Henrique Alves, disse que o ato, com a presença dos líderes das duas maiores bancadas, representava apenas o pontapé de uma longa caminhada em que ele vai buscar, o apoio de todos os colegas parlamentares dos diferentes partidos, em busca da candidatura única. "Vou buscar , respeitosamente, o apoio de cada um dos 513 deputados", ressaltou.

a fotos desta matéria

0 Comentários

Deixar um comentário


6 + 5 =

Flickr Youtube Facebook Rss