Presidência Nacional do PMDB

Câmara dos Deputados

Ed. Principal Ala B sala 6, Praça dos Três Poderes

Brasília - DF - CEP 70160-900

pmdbnacional@gmail.com

(61) 3215-9206 / 3215-9209




X

PMDB Mulher e PMDB Afro comemoram o Dia da Mulher Negra

PMDB-RJ

30 de julho de 2012

Foto por: PMDB-RJ

Rio de Janeiro (RJ) – Mantendo uma tradição que já dura quatro anos, o PMDB Mulher e o PMDB Afro fizeram uma parceria para homenagearam 27 mulheres negras na última sexta feira (27.07), em comemoração ao 25 de Julho, Dia da Mulher Negra Latinho-Americana e Caribenha. Na cerimônia, são escolhidas mulheres negras batalhadoras (veja lista de algumas abaixo), que por meio de trabalho e força de vontade conseguiram conquistar seus objetivos. Elas receberam um certificado de honra pelos serviços prestados à sociedade.

Kátia Lobo, presidente estadual do PMDB Mulher, explicou que a certificação é um símbolo de homenagem às mulheres negras que participaram ou fazem parte da história do estado do Rio. “Eu acredito que esse tipo de homenagem incentiva as mulheres a serem mais inclusas na política, além de valorizar o trabalho de cada uma delas”.

Já a presidente estadual do PMDB Afro, Mara Ribeiro, acredita que todas as mulheres trabalhadoras, que realizam algum trabalho em favor do reconhecimento feminino na sociedade são merecedoras do prêmio. “Neste caso, homenageamos as negras em comemoração ao Dia 25 de Julho, porque sabemos que ser mulher é muito difícil e uma mulher negra passando pelo preconceito do gênero e da raça é pior ainda”, destacou.

____________________________________________________________________________________________________________________________

Aline Laurindo Campos Idelfonso

Seu pai, semi analfabeto, trabalhou duro para pagar escolas particulares. Aline sempre conseguia bolsas. Com 16 anos, ela começou a trabalhar em um escritório de representações, com 18 foi para um escritório de advocacia como recepcionista. Assim, conseguiu ingressar na faculdade de direito. Quando formada foi promovida e passou a ser gerente do escritório onde trabalha há nove anos.

Betânia dos Santos Jesus

Começou a cantar com 6 anos de idade e com 18 se tornou conhecida nas igrejas. Trabalhou na Rádio Record, apresentou o programa Catedral da Assembleia de Deus pela Band de Barra Mansa e, depois na Rede Record. Hoje trabalha na 88 FM como locutora e gravará o terceiro CD de sua carreira. Pelos serviços prestados a comunidade recebeu o título de cidadã Voltaredondense.

Maria de Lourdes Mendes

Mais conhecida como Tia Maria do Jongo, a homenageada foi responsável, junto com seus nove irmãos, na fundação da escola de samba Império Serrano. Tia Maria foi também uma das fundadoras da Ong, que existe há mais de 30 anos, Grupo Cultural Jongo da Serrinha. Ela é a jongueira mais antiga da região. Todos os anos, sua casa sedia as festa de homenagem aos Pretos-Velhos e a São Cosme Damião.

Claudia Otília Caetano da Silva

Policial civil há 10 anos, implantou a Coordenadoria de Polícia Comunitária na Secretaria de Segurança do Estado do Rio de Janeiro que é responsável pela articulação e desenvolvimento de Projetos de integração polícia e comunidade. Claudia implanta projetos de redução da violência em comunidades pacificadas e atua no projeto Papo de Juventude, trabalho realizado pela Polícia Civil, em parceria com a empresa Natura, que tem como objetivo atuar em escolas, universidades e outros espaços para debates sobre segurança pública.

Jurema Batista

Começou sua carreira como presidente da Associação dos Moradores do Andaraí, cumpriu três mandatos de vereadora no município do Rio de Janeiro e um de deputada federal, além de participar da fundação do Partido dos Trabalhadores (PT). Jurema foi autora do projeto que concede direito a exame de DNA aos menos favorecidos e, em 2005, ficou entre as mil mulheres indicadas para ganhar o Prêmio Nobel da Paz. Hoje exerce o cargo de Gerente de Segurança Alimentar e de Coordenadora de Formação Política do Movimento Negro Unificado.

Maria Madalena

Com 12 anos começou a trabalhar de babá, trabalhou como doméstica, como comerciante e, depois no serviço público municipal de Barra Mansa. Conseguiu se formar em professora. Deu aulas por quatro anos, enquanto dividia a atenção aos alunos com trabalhos em barracas de festas aos finais de semana. O trabalho lhe gerou renda suficiente para terminar a faculdade o Centro Universitário Barra Mansa (UBM), se formando em Jornalismo. Hoje é proprietária do Jornal Tribuna do Vale.

Nádia Maria Corrêa Cursino

Inspiradora da personagem Monalisa da telenovela avenida Brasil, Nádia trabalha produzindo eventos na TV Globo. Dentre suas realizações estão: Criança Esperança, Show da Virada, Festival de Verão de Salvador, Especial de fim de ano do cantor Roberto Carlos, entre outros. Nádia é vice-presidente do Bloco carnavalesco Mulheres da Vila, onde além de desfiles realiza diversos projetos, como arrecadações para entidades de crianças carentes. Há cinco anos ela realiza a festa “Amigos de Jorge de Vila Isabel”.

a fotos desta matéria

0 Comentários

Deixar um comentário


+ 9 = 16

Flickr Youtube Facebook Rss