Presidência Nacional do PMDB

Câmara dos Deputados

Ed. Principal Ala B sala 6, Praça dos Três Poderes

Brasília - DF - CEP 70160-900

pmdbnacional@gmail.com

(61) 3215-9206 / 3215-9209




X

Rose de Freitas lamenta mortes e pede duplicação da BR-101 no Espírito Santo

Agência Senado

13 de setembro de 2017

Brasília (DF) – A senadora Rose de Freitas (ES) expressou consternação e indignação com as mais de 30 mortes causadas em dois acidentes, em menos de três meses, na rodovia BR-101 no Espírito Santo, em pronunciamento nesta terça-feira (12). Rose também relatou preocupação com a atuação da empresa Eco101, atual concessionária responsável pela estrada no estado. Segundo a senadora, a empresa pouco progrediu na duplicação da rodovia, mesmo tendo aumentado os pedágios cobrados dos motoristas.

“Não é minha intenção aqui demonizar a lucratividade de um negócio. Isso é algo esperado. O que entendo como inadmissível é uma empresa manter seus ganhos por três anos sem oferecer os melhores serviços aos clientes, e com a possibilidade, agora, neste momento, de descumprir, desonrar e destratar uma das suas principais obrigações contratuais.”

De acordo com a senadora, a empresa alega diversas dificuldades para cumprir o acordado em 2013. Dentre os empecilhos estão a crise econômica, a redução do volume de tráfego e a demora em obter licenciamento ambiental. Ela disse que a Eco101 apresentou uma proposta alternativa de obras e investimento na qual se compromete a criar uma terceira faixa em locais específicos na estrada, sem a ampliação da pista como um todo, conforme constante do contrato.

“Quem irá devolver as vidas que se foram nessa estrada que deveria ter sido duplicada, quatro anos após a sua privatização, com cobrança de pedágio e obtenção de lucros pela concessionária durante todo esse tempo?”

Rose alertou sobre o rompimento desse contrato, que obrigaria a ter outra licitação para escolher outra concessionária. Ela lembrou que é um processo demorado, complexo e levaria um atraso de extensão imprevisível e também novamente a insegurança para quem transita nessa estrada.

Ao citar dados da Polícia Rodoviária Federal, que mostram que, neste primeiro semestre, 120 pessoas perderam suas vidas nos 460km da BR-101 capixaba, Rose reafirmou o compromisso de continuar lutando na busca de uma solução para esse impasse existente.

“Cada dia protelado na duplicação dessa BR significa mais dor provocada, mais sonhos desfeitos, mais vidas perdidas. Essa autoestrada tem de perder esse título de rodovia da morte, para se transformar numa rota de vida e prosperidade”, afirmou.

0 Comentários

Deixar um comentário


4 + = 8

Flickr Youtube Facebook Rss