Presidência Nacional do PMDB

Câmara dos Deputados

Ed. Principal Ala B sala 6, Praça dos Três Poderes

Brasília - DF - CEP 70160-900

pmdbnacional@gmail.com

(61) 3215-9206 / 3215-9209




X

Com o Governo do PMDB, desemprego recua e tem maior queda desde o fim de 2014

Brasília (DF) – Com a economia em retomada, caiu o número de desempregados no País. No trimestre encerrado em junho, na comparação com o trimestre encerrado em março, a taxa de desocupação passou de 13,7% para 13%. Os dados são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e foram divulgados nesta sexta-feira (28).

Esse é o primeiro recuo significat...

28 de julho de 2017 por Portal Brasil

‘Meu principal objetivo é combater o desemprego’

Brasília (DF) - O presidente Michel Temer condiciona o sucesso de seu governo à redução, até o fim de 2018, do número de desempregados. Segundo os últimos dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 14,2 milhões de brasileiros estão nessa situação.

Embora avalie que a aprovação das reformas trabalhista e da Previdência será...

15 de maio de 2017 por Jornal O Estado de S.Paulo

Sinceridade é poder

A história das nações reproduz a trajetória biográfica das pessoas. Tanto em um caso como no outro, o fim das ilusões – e, sobretudo, das autoilusões – reflete um processo, às vezes doloroso, mas sempre positivo de amadurecimento.

No Brasil de agora, o vácuo de representatividade política, a crise de credibilidade institucional nas cúpulas dos três poderes e o c...

11 de julho de 2016 por Darcísio Perondi (*)

Perondi: PT vive síndrome esquizofrênica de abstinência do poder

Brasília (DF) - Em discurso no plenário da Câmara o deputado Darcísio Perondi (RS) afirmou que o PT vive uma “esquizofrênica síndrome de abstinência do poder”. Foi uma reação às críticas feitas por deputados do PT e do PCdoB à gestão do presidente em exercício Michel Temer, que eles classificam de “desgoverno”. Segundo Perondi, está faltando me...

23 de maio de 2016 por Fábio Paiva (ASCOM/Dep.Darcísio Perondi)

Pelo Brasil!

A hora é de aplacar os ânimos e de construirmos, juntos, o amanhã em torno dos interesses do Brasil. O enfrentamento e a luta política esgotaram-se.

Não há mais clima para o acirramento entre aqueles que, até agora, lutaram com altivez e aguerrimento. Faz parte da luta política, mas tem um limite, tem a hora em que a disputa se esgota e, a partir daí, é fundamental o ...

13 de maio de 2016 por Marta Suplicy (*)

Flickr Youtube Facebook Rss